Branda da Aveleira 2017-06-29T11:37:40+00:00

Project Description

Branda da Aveleira

Composta por 80 casas rústicas e cardenhas, que serviam, em tempos, de abrigo aos pastores e seus animais. A aldeia é o testemunho de uma tradição agrícola e cultural de grande valor antropológico. O nome “branda” deve-se à tradição secular da transumância do gado na vida da aldeia. Desde o século XII que os brandeiros da Gave sobem com os rebanhos para os pastos desta Branda, libertando os terrenos mais baixas para o cultivo agrícola. Os pastores viviam assim em pleno isolamento durante todo o verão. No passado a Branda da Aveleira acolhia a assembleia dos brandeiros anciãos, pois com os pastores e seus rebanhos seguia também toda a cultura inerente a cada povo.

Outras informações:

Texto Enquadramento: Aldeia extremamente importante para o conhecimento da pré-história da região do Minho. Importância da transumância do gado na vida da aldeia, obrigando os seus moradores a ter duas habitações, os pastores ficavam na aldeia entre Abril e Setembro.  Rota da transumância.

Os mosteiros da Ordem de Císter do Ermelo e de Fiães possuíam terras na zona da Aveleira.  Encontra-se atualmente enquadrada na Rota Cistericense.

Monumentos de interesse: Santuário de Nossa Senhora da Guia; Mamoa do Batateiro, monumento megalítico constituído por sete esteios. Situada a poucos quilómetros do Planalto de Castro Laboreiro.

Em Junho realiza-se a Feira do Gado.

Desde o século XII que os brandeiros da Gave sobem com os rebanhos para os pastos desta Branda, libertando os terrenos mais baixas para o cultivo agrícola. Permaneciam na montanha durante todo o verão só descendo até á povoação para levarem mantimentos. Os 5 Km que os separam explicam o isolamento em que os pastores se encontravam.

INFO 7 MARAVILHAS DE PORTUGAL®

Às portas do Parque Nacional da Peneda-Gêres, uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal® eleitas em 2010, a Branda da Aveleira é uma jóia do Minho. Em Melgaço prove o presunto, o bucho doce e a Lampreia Seca Assada, três candidatos às 7 Maravilhas da Gastronomia®  em 2011.