Manhouce 2017-06-14T15:36:48+00:00

Project Description

Manhouce

Manhouce mantém ainda hoje as suas tradições ligadas à pastorícia e à agricultura, as principais atividades desde os primeiros tempos de ocupação humana naquela região. A ponte romana, a ribeira e os moinhos de água são elementos característicos desta aldeia serrana.

A ponte romana, apesar de remodelada séculos mais tarde, e a igreja, datada do século XVII, são testemunhos da longa história desta comunidade. Foi ainda marcada pela extração de volfrâmio, nas minas das Chãs, e pela sua participação no concurso da Aldeia Mais Portuguesa de Portugal em 1938, na qual lhe foi atribuído o segundo lugar. As eiras solarengas são ainda palco de malhas e desfolhadas ao som das modas de antigamente.

Outras informações:

Aldeia serrana, implantada no Maciço da Gralheira

A tradição musical, de cantares folclóricos, reavivada nesse período, é talvez uma das suas características hoje mais reconhecidas, tendo no Grupo de Cantares de Manhouce e em Isabel Silvestre as suas figuras de maior destaque.

O gado, de raça arouquesa é uma presença constante nas ruas e nas leiras de Manhouce e recurso dos locais para os trabalhos agrícolas.

É destes animais que resulta a “Vitela de Lafões” produto com Indicação Geográfica Protegida e que Manhouce promove anualmente em Maio com uma Festa Gastronómica.

A música e a etnografia são dois elementos identitários desta localidade que já deu nomes como Isabel Silvestre ao panorama musical do nosso país.