MESA DA BEIRA SERRA / ARGANIL, GÓIS, OLIVEIRA DO HOSPITAL E TÁBUA 2018-06-10T09:52:36+00:00

Project Description

MESA DA BEIRA SERRA / ARGANIL, GÓIS, OLIVEIRA DO HOSPITAL E TÁBUA

Freguesia: Góis
Concelho: Góis
Região: Centro
Região Vinícola: Dão

A “Mesa da Beira Serra” demonstra a diversidade e a excelência da oferta de Arganil, Góis, Oliveira do Hospital e Tábua.

Este é um Território devastado pelos incêndios de 2017, mas cuja resiliência, capacidade empreendedora e vontade das suas gentes, são elementos-chave para construir um futuro alicerçado nas suas vantagens comparativas e ativos específicos.

Esta Mesa representa também o espírito LEADER de cooperação, envolvimento e compromisso de toda a Região.

Após provar um Licor Donnana, acompanhado de compotas e broa de batata regional, eis que surge o convite irrecusável para saborear a deliciosa Chanfana, uma das finalistas das 7 Maravilhas da Gastronomia, e uns grelos regados com azeite “Gorgulão”. Para acompanhar propõe-se o magnífico Vinho Tinto do Dão “Ladeira da Santa”, completando uma excelente refeição marcada pela tipicidade e qualidade que só o mundo rural proporciona.

Após visita à Aldeia Histórica do Piódão, uma das 7 Maravilhas de Portugal, e do contacto com a diversidade das Aldeias do Xisto dispersas por toda a Região, é na “Quinta do Cruzeiro” que se conhece como se produz e aprende a degustar outra das 7 Maravilhas eleitas, o Queijo Serra da Estrela.

Delicie-se!

A entidade promotora da MESA BEIRA SERRA é a ADIBER – ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA BEIRA SERRA.

CONHEÇA EM DETALHE OS 7 PATRIMÓNIOS DESTA MESA

GASTRONOMIA

A Chanfana, é um prato confecionado com carne de cabra velha das Serras do Açôr e Lousã. Cozinha-se em forno de lenha, com vinho tinto que lhe dá um sabor especial, utilizando caçoilas de barro preto.

O Queijo Serra da Estrela DOP é resultado dos saberes de gerações, produto nobre da pastorícia da região. É confecionado artesanalmente com leite cru de ovelhas de raça bordaleira Serra da Estrela.

Os licores “Donnana” produzidos em Coja (Arganil) com base em métodos tradicionais, utilizam preferencialmente matérias-primas endógenas (castanha, medronho), o que lhe confere caraterísticas únicas.

VINHOS E AZEITES

O vinho “Ladeira da Santa” é produzido em vinhas em Tábua a partir das castas tradicionais da Região Demarcada do Dão. A sua qualidade tem sido reconhecida em concursos nacionais e internacionais.

O azeite “Gorgulão” é produzido de acordo com os métodos tradicionais no Lagar da Mata em Góis, utilizando azeitona selecionada desta Região, sendo um produto de elevada qualidade e diferenciador.

ROTEIROS

As aldeias e as suas dinâmicas são um importante fator de atratividade e diferenciação do Território, pela visibilidade e notoriedade conferida pelas Redes das Aldeias Históricas e Aldeias do Xisto.

A Quinta do Cruzeiro é uma exploração agrícola com rebanho, queijaria e sala de provas para degustação de produtos endógenos, realizando visitas guiadas ao ciclo de produção do Queijo Serra da Estrela