Zambujeira do Mar 2017-06-15T22:36:05+00:00

Project Description

Zambujeira do Mar

Esta aldeia alentejana foi uma das últimas freguesias a integrar o concelho de Odemira, pertencendo, ainda no séc. XIX, ao concelho de Sines. A partir do séc. XIX, integra o conjunto das estâncias balneares mais relevantes – em termos de afluência – do Alentejo, a par de Sines, Vila Nova de Mil Fontes, Porto Côvo e Pessegueiro e Almograve. Hoje é bem conhecida pelas suas praias: praia da Zambujeira, praia dos Alteirinhos, praia de Nossa Senhora e praia do Tonel (á qual só se acede descendo por uma corda). Do seu património destaca-se a Igreja Matriz, as fontes, bem como o moinho de água da Lapa, onde se moeu trigo e milho e se descascou arroz.

Outras informações:

Passou a existir enquanto povoação em meados do séc. XX.

O dia da sua padroeira, Nossa Senhora do Mar, é festejado a 15 de Agosto.

Curiosidades: Em 1930, um inglês, John Gibbons, visitou a povoação da Zambujeira do Mar, tendo ficado muito agradado com a hospitalidade dos seus habitantes. As suas memórias sobre esta e outras visitas que fez no nosso país estão reunidas num livro da sua autoria, intitulado A Foot in Portugal (1931).

O melhor pescado do mundo – o pescado português: o sargo, robalo e o polvo, as navalheiras, as bruxinhas ou os perceves.

Está integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, que protege uma flora e fauna singulares, sendo também atravessada pela Rota Vicentina.

A nível de eventos, uma das grandes atrações desta zona é a realização do Festival do Sudoeste, em Agosto, na Herdade da Casa Branca.