EM 2019 VAMOS ELEGER OS DOCES!

Eleger as 7 Maravilhas de Portugal é cada vez mais um ato emotivo, uma tomada de posição sobre quem somos e de onde vimos.

O produto endógeno, a marca da terra, a preservação da qualidade dos ingredientes e a capacidade que o país tem de inovar e de se reinventar nas suas tradições são cada vez mais fatores distintivos nas eleições 7 Maravilhas.

VENCEDORES
MEIAS-FINAIS
FINAL

OS MELHORES
DOCES DE PORTUGAL

O doce que a avó fazia todos os Natais, o que se criou em conventos e se manteve até aos nossos dias, aquela iguaria da terra que só se come na Páscoa, o gelado que só se faz no verão com fruta da época, o pudim à base da produção local, aquele docinho tradicional que só se encontra naquela zona do país, e especialmente as inovações que privilegiam o que a terra dá.

São as memórias que fazem de Portugal um país de mestres pasteleiros e as inovações que sabiamente introduzem os produtos únicos de cada região na arte da doçaria que vamos homenagear em 2019, com a eleição das 7 Maravilhas Doces de Portugal®.

As candidaturas decorreram entre 7 de novembro de 2018 e 17 de março de 2019.

O regulamento explicita como são apresentadas as candidaturas, bem como as categorias em que cada Doce se deve candidatar, de forma a salvaguardar a diversidade de doces nacionais e a cumprir os critérios de elegibilidade.

REGULAMENTO

Desde 2007 a Promover a Identidade Nacional

Desde 2007 que as 7 Maravilhas® divulgam e comunicam os valores positivos de uma Identidade Nacional forte – causas nacionais reconhecidas.
Através desta experiência em que as pessoas gostam de participar ativamente nas votações, investem energia emocional e através dela criamos Memória Global.

Televisão Oficial

Alto Patrocínio

OVOS OFICIAIS MATINADOS

CAFÉ OFICIAL SICAL

FARINHA OFICIAL BRANCA DE NEVE

CARRO OFICIAL MITSUBISHI

BRINDE OFICIAL FAVAIOS

TROFÉU OFICIAL

AUDITORES

Conselho Científico