João Fernandes, Presidente do Turismo do Algarve, evidencia que as 7 Maravilhas têm tido o condão de despertar em todos a consciência dos recursos inigualáveis e património imaterial fabuloso!
Pedro Machado, Presidente do Turismo do Centro afirma que o concurso das 7 Maravilhas, tem a dimensão de tornar possível e dar visibilidade aos lugares e produtos mas também uma importância acrescida de ajudar os portugueses que resistem diariamente a uma série de controvérsias.
António Ceia da Silva, Presidente do Turismo do Alentejo e Ribatejo, refere que “nunca mais do que hoje, o País precisa das 7 Maravilhas!”

Leave a Reply