Guarda, Guarda

Artefactos

As tesouras de tosquia que saiam das mãos dos ferreiros do Jarmelo, concelho da Guarda são feitas a partir do ferro e através do processo de aquecimento do ferro em forjas, e martelado incansavelmente até ganhar forma e tempero.
O fabrico de cada tesoura leva cerca de uma hora e o processo começa com o corte de tiras de chapa de aço laminado com 20 centímetros. Na fase seguinte solda a cada tira uma peça mais fina, que é para fazer a asa.
O ferrador, que utiliza um pequeno martelo para moldar o metal incandescente, revela que o segredo da sua arte está nas pancadas que dá no ferro.
Antes da conclusão da peça, passa as duas partes da tesoura pelos quatro esmeris para polir.
A última fase da conceção do utensílio é a colocação do eixo que liga as duas partes da tesoura, mas antes de dar a obra por terminada, o ferreiro leva-a junto do ouvido para escutar o toque e experimenta-a cortando um pedaço de lã de ovelha.
Mateus Filipe Miragaia é, há vários anos, o único da terra a transformar pedaços de metal em tesouras de tosquia.

Leave a Reply