Alijó, Vila Real

Rituais e Costumes

VOTE JÁ: 760 207 749

A imponente vila de Favaios, situada no coração de uma das mais belas e remotas regiões do velho mundo – o Douro, revela-se num planalto deslumbrante de vinhas e muros de xisto. A beleza natural, os elementos arquitetónicos, as vozes e costumes de outros tempos tornam Favaios num lugar singular. Num ambiente puro, a água, a terra, o pão e as uvas são elementos essenciais que relembram e representam o carácter e tradição da vila. A cultura vinhateira, que atravessa gerações, continua a contribuir para o desenvolvimento socioeconómico da freguesia e as características ímpares dos solos férteis de Favaios marcam o início de uma viagem única. A terra, rica em xisto e conhecimento, ganha vida com o esforço e dedicação das mãos que a trabalham e é no seu carácter rústico e único que nascem as melhores colheitas; A uva, especialmente a uva Moscatel Galego Branco, de forma arredondada e aromas e sabores irrepetíveis, dá origem a um dos mais emblemáticos moscatéis portugueses: o Moscatel de Favaios. Esta vocação vinhateira celebra-se todos os anos quando o ciclo atinge o seu ponto culminante: as vindimas! Todo o sacrifício e zelo, assim como o conhecimento ancestral e contemporâneo, se materializam quando o fruto está pronto a ser colhido. Nas vindimas tudo é especial: as cores, os aromas e sabores, os momentos de convívio e partilha. Mas nesta época, não se celebra apenas a qualidade do fruto… A vindima é uma homenagem que se repete, ano após ano, aos costumes e às pessoas. E se até ao ‘lavar dos cestos é vindima’, ao corte do último cacho, ‘reaviva-se a fé, amplia-se a esperança’ para que esta tradição jamais se perca!

Leave a Reply